A energia elétrica representa o segundo maior custo para os supermercados, ficando atrás apenas da folha de pagamento. Com sistemas de refrigeração e iluminação utilizados de forma contínua para armazenar e preservar os produtos comercializados, muitos empreendimentos do setor estão investindo em softwares e ferramentas para gestão de energia.

De fato, os sistemas de gerenciamento e monitoramento energético podem ajudar na redução de custos com energia, promovendo um consumo mais eficiente, além de fornecer relatórios gerenciais com informações relevantes para sua tomada de decisão. Assim, a gestão de energia elétrica é cada vez mais estratégica para manter as contas saudáveis e dar suporte a gestores responsáveis por empresas multisite, com diversas unidades ou filiais.

gestão de energia elétrica infográfico

Um bom projeto de gerenciamento de energia trata de múltiplas variáveis dentro de uma empresa. Neste artigo, vamos focar na economia financeira. Não é preciso ter pressa para escolher o parceiro ideal. Implementar uma plataforma de gestão requer planejamento para que a decisão seja assertiva e inclua todas as pessoas que estarão em contato com a ferramenta.

Portanto, antes de escolher o seu sistema de gerenciamento de energia, é importante levar em consideração alguns fatores: o seu planejamento estratégico junto ao responsável financeiro e demais gestores, quais os objetivos a serem alcançados e se a ferramenta tem as funcionalidades necessárias para realizar o controle das informações sobre os recursos que o seu supermercado utiliza.

A seguir, elencamos algumas perguntas podem ser feitas antes de implementar uma ferramenta para o monitoramento de energia elétrica e de outros insumos. Confira!

1. O software escolhido fornece os dados e funcionalidades que eu preciso?

Antes de adquirir uma ferramenta de gestão de energia, investigue as informações que ela oferece sobre o consumo de eletricidade e outros recursos importantes no seu dia a dia. Pense no seu perfil de consumo e nas informações que você mais precisa para administrar custos. Questione o fornecedor sobre o potencial de economia que pode ser alcançado e quais os caminhos para isso. Em algumas empresas, a auditoria de faturas pode ser prioritária, enquanto em outras a geração de relatórios está na ordem do dia. O ideal é que você busque a plataforma mais completa, lembrando que diferentes momentos da gestão demandam tipos de informação distintos.

2. Existe a possibilidade de customização conforme identidade e necessidades da minha empresa?

Essa é uma questão importante. Você irá gerar relatórios para múltiplos projetos, muitas vezes envolvendo steakholders e filiais com perfis distintos. Assim, é preciso que a ferramenta escolhida tenha flexibilidade para a elaboração de relatórios com diferentes identidades. Avalie se essa é uma possibilidade do sistema e se ele pode gerar informações personalizadas para sua empresa, conforme seu padrão de consumo, sazonalização e características de marca.

3. Os dados que eu forneço para a ferramenta estarão seguros?

Antes de tomar a decisão final, questione o fornecedor do sistema de gerenciamento de energia sobre quais as medidas de segurança adotadas para a proteção das suas informações e dos seus clientes. Pergunte quais as possibilidades de perda de dados ou de haver interrupções no serviço. Em suma, investigue com clareza a infraestrutura de dados oferecida pela ferramenta e se contam com sistema de backup.

4. A empresa escolhida tem um bom serviço de pós-venda, suporte e manutenção?

É desejável que sua plataforma de monitoramento de energia e utilidades ofereça mais do que boas funcionalidades, mas um serviço completo que envolva hardware, software, instalação, configuração e manutenção. Para saber sobre o pós-venda e suporte, pergunte quais os benefícios oferecidos aos clientes, se há a possibilidade de dar feedbacks sobre o produto, quais os canais disponíveis para obter ajuda quando necessário e qual o tempo médio de resposta.

5. Em que dispositivos posso acessar a plataforma de gerenciamento de energia?

A rotina administrativa em supermercados é dinâmica, por isso é preciso ter versatilidade no uso da ferramenta. Antes de escolher, questione o fornecedor se você pode acessar e controlar energia e utilidades no smartphone, tablet e computador, ou seja, se o sistema é multiplafatorma.

6. Tenho limites para cadastrar unidades e usuários?

Especialmente para empresas mutisite é preciso que a ferramenta de gestão tenha a possibilidade de múltiplos cadastros de unidades e usuários, fazendo com que a energia e utilidades de diversos locais possam ser controladas simultaneamente com diferentes acessos ao sistema. Também é importante perguntar se é possível formatar diferentes relatórios de acordo com o interesse de cada ponto focal da empresa. Por exemplo: o financeiro tem interesse em saber sobre o consumo em si e os comparativos entre lojas e resultados de ações em prol da economia na conta de luz. Já o gestor de suprimentos precisa ter certeza de que seu freezer esteja funcionando mesmo com uma queda de energia via acionamento automático de gerador.

7. A plataforma automatiza processos para otimizar tempo e recursos?

Questione ao fornecedor se o software pode automatizar processos que demandam energia e utilidades como, por exemplo, automação de cargas, ativação e desativação automatizada de sistemas de climatização e do status on-off de equipamentos. Essa funcionalidade leva mais segurança e eficiência às suas operações, além de economizar o tempo das pessoas envolvidas na operação do supermercado.

8. A ferramenta me avisará em caso de problemas no uso de energia e outros recursos?

Antes de tomar a decisão final, investigue quais mecanismos a plataforma dispõe para reportar desvios e desperdícios no consumo de energia e utilidades. Qual opção é mais adequada para os gestores, sms, e-mails, alarmes? Quanto mais opções, mais fácil a identificação e resolução do problema e a aderência à ferramenta pela equipe.

9. Quem é o fornecedor escolhido para implementar o sistema de gerenciamento de energia?

Tão importante quanto conhecer a ferramenta, é saber sobre a reputação do fornecedor escolhido. Busque informações sobre os investimentos feitos em Pesquisa & Desenvolvimento e inovação, a fim de ter certeza que a plataforma escolhida será atualizada de acordo com a evolução tecnológica.

10. A empresa que desenvolve a solução é capaz de solucionar outras demandas do meu negócio?

Além de ter referências sobre a expertise do fornecedor escolhido, questione em que outras áreas ele pode ajudar o seu negócio. Quanto mais completas e integradas as ferramentas disponíveis, maior a confiança estabelecida. Procure uma empresa que possa acompanhar o sua empresa de perto, agregando novos produtos e ferramentas que gerem economia e melhores resultados de acordo com as suas demandas, que irão mudar com o passar do tempo. Do mesmo modo, seu fornecedor deve ter soluções para cada nova fase, sempre de olho na eficiência das suas operações.

Se você tiver qualquer outra dúvida sobre gerenciamento e gestão de energia elétrica e utilidades, fale com a ENGIE. Estamos à disposição para conversar e, se for do seu interesse, apresentar nossas soluções para o seu supermercado, de ponta a ponta da cadeia energética