Um dos custos mais altos com energia elétrica no agronegócio vem da irrigação, especialmente em áreas áridas e em propriedades rurais que utilizam o sistema pivô central no processo. Com mudanças na legislação especial que previa preços mais baixos para a eletricidade usada na irrigação, produtores têm buscado fontes alternativas para economizar com energia.

Nesse cenário, a energia solar fotovoltaica surge como solução sustentável para o sistema de irrigação rural, além de contribuir para a redução de custos com energia. Quer saber como? Confira abaixo!

Conheça os benefícios da energia solar no campo
Sistemas de automação rural podem ser abastecidos com energia solar? A resposta é sim. Basta compreender seu consumo, capacidade e potência do equipamento, bem como a finalidade de sua utilização.

Os sistemas solares fotovoltaicos são estruturas que podem ser implementadas no ambiente rural com bastante facilidade e potencial de suprir por completo a demanda de energia convertida pelo pivô central do sistema de irrigação. A modalidade mais recomendada é a de geração on-grid, ou seja, aquela conectada à rede elétrica convencional.

Sistema fotovoltaico conectado à rede (on-grid): o que é e como funciona?

Os painéis fotovoltaicos implementados para captação da luz do sol funcionarão mesmo em dias nublados, pois ainda assim há irradiação solar. Como estará ligado à rede, o sistema fotovoltaico on-grid irá operar com compensação em relação à comercializadora de energia da região.

Assim, quando o sistema fotovoltaico gerar um volume menor do que a demanda, o montante produzido através da energia solar será compensado com desconto na fatura de energia. Do mesmo modo, quando a geração solar ultrapassar o plano consumido, o excedente se transforma em créditos de energia elétrica que podem ser usados nas próximas faturas.

Sistema fotovoltaico para o pivô central de irrigação

Quando o assunto é gerar a própria energia, o sistema fotovoltaico conectado à rede elétrica se torna um investimento inteligente. No caso da produção rural que conta com um sistema de pivô central de irrigação, a economia gerada pode ultrapassar os 90%, não chegando aos 100% apenas por conta dos custos de conexão à rede elétrica do sistema on-grid.

Isto é, enquanto o sistema fotovoltaico estiver funcionando e gerando energia, todas as cargas serão alimentadas, reduzindo a quantidade de energia que seria consumida da rede pública.

Entenda o processo de instalação de energia solar ENGIE em 10 passos

Deste modo, a economia proporcionada permite ao produtor rural adquirir de maneira mais fácil os sistemas de automação (incluindo para os pivôs centrais e outras cargas elétricas), os quais também podem ser abastecidos pela energia solar.

Como o sol é uma fonte alternativa, renovável e inesgotável, a energia gerada também é mais sustentável, com impacto ambiental mínimo. Entre os benefícios da energia solar fotovoltaica está sua longa vida útil – um sistema solar fotovoltaico pode durar até 25 anos.

Quer um pivô central de irrigação com mais autonomia, economia e sustentabilidade no seu agronegócio? Simule aqui e descubra o quanto pode economizar no seu agronegócio com a energia fotovoltaica.