De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a geração de energia solar distribuída teve expansão na capacidade instalada de 1,4 GW em 2020, totalizando 3,7 GW. O crescimento foi maior do que o projetado em 2019, que estimava 3,3 GW para o próximo ano.

Além de ser compreendido como um modelo sustentável de geração energética, o sistema de energia fotovoltaico garante uma economia imediata, uma vez que a empresa para de pagar a conta de energia à concessionária.

Ainda, mesmo com o uso da energia solar em ascensão, muitas instituições têm dúvidas com relação à sua eficácia e do impacto dessa solução na empresa.

Qual a rentabilidade gerada em médio e longo prazo pela utilização da energia solar?

A energia solar fotovoltaica é uma modalidade de geração de energia responsável por uma economia significativa, quando comparada às fontes convencionais de energia.

Apesar dessa vantagem, apenas 1,6% da matriz energética brasileira vem da energia solar. Na Alemanha, por exemplo, onde a incidência de raios solares equivale a pouco mais da metade da quantidade apontada no Brasil, o país já conta com 12% de geração fotovoltaica.

Entretanto, o PDE (Plano Decenal de Expansão de Energia) mostra um excelente cenário de evolução para os próximos 10 anos, onde, dentro do regramento atual, a capacidade instalada chegaria a 35 GW em 2030.

Atualmente, existem formas de negócio transformadoras, como o Energy as a Service, capazes de impulsionar a geração solar distribuída entre as organizações. São parcerias de longo prazo em que a empresa responsável pelo projeto arca com todo investimento em infraestrutura, manutenção e ativos para a implementação da solução.

Veja os modelos e entenda como funciona a parceria entre as empresas para a produção de energia solar.

Modalidade off-site

O modelo off-site de geração da energia fotovoltaica é um formato onde é realizada a instalação de usinas remotas. Essa modalidade é uma excelente alternativa para as instituições que não têm espaço para inserir os equipamentos próximo às suas instalações.

Para as organizações que não possuem um terreno disponível, a ENGIE realiza uma busca a fim de encontrar um lote adequado. Além disso, com o modelo off-site também é possível conectar diversas unidades da organização.

“Na operação remota, o cliente tem a mesma eficiência, confiabilidade e respeito ao meio ambiente conferidos pela geração local”, afirma Charles Bispo, Gerente Nacional de Geração Distribuída da ENGIE.

Modalidade on-site

No modelo on-site, a usina é implantada diretamente nas instalações da empresa, garantindo economia e sustentabilidade. Por se tratar de grandes projetos, é necessário uma área extremamente ampla para que o projeto supra a necessidade de energia das unidades. Essa solução é indicada para para unidades com consumo total acima de 60.000 kWh/mês.

Em todas as modalidades, a manutenção fica sob responsabilidade da ENGIE, garantindo total performance dos equipamentos.

“A ENGIE realiza todo o investimento no sistema fotovoltaico, e a empresa-cliente paga apenas pelo aluguel dos equipamentos utilizados — um valor mais baixo do que o desembolsado para a aquisição de energia de distribuidoras convencionais”, afirma Charles Bispo.

Quais são os benefícios da energia solar para as grandes instituições?

Como parte fundamental na discussão sobre a mudança da matriz energética mundial, sendo uma fonte limpa e renovável e representando um modelo descentralizado de produção, a energia solar fotovoltaica confere mais alguns benefícios para as organizações.

Sustentabilidade

A pauta ESG (Environmental, Social and Governance, em português, Ambiental, Social e Governança) foi impulsionada durante a pandemia, principalmente porque foi identificado que as organizações alinhadas a esse princípio perderam menos recursos quando comparadas às outras instituições, ou seja, sustentabilidade, hoje, é sinônimo de resiliência.

Para como as corporações estão com relação às práticas, são utilizados os índices de sustentabilidade da Bolsa de Valores, como o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), que analisa o nível de adoção das condutas sustentáveis realizadas pelas empresas, examinando dimensões ambientais, sociais, mudança do clima e natureza do produto, e o Índice de Carbono Eficiente (ICO2), que demonstra quais foram as organizações que trabalharam para a diminuição do CO2 lançado na atmosfera.

A cada dia que passa o consumidor final se mantém mais atento aos produtos que são adquiridos por eles e, por isso, uma comunicação socioambiental vem sendo exigida, o que impacta diretamente as grandes organizações, impulsionando-as a repensarem suas estratégias de sustentabilidade.

Segundo relatório recente da empresa de consultoria McKinsey, 60% da população que pertence à geração Y, compram mais de marcas com responsabilidade e comprometimento social. O estudo feito por outra consultoria, a Morgan Stanley, completa dizendo que 86% dos ‘millennials’, se interessam por investimento sustentável.

Alta durabilidade

A vida útil dos componentes pertencentes ao sistema de energia fotovoltaico é longa, principalmente por ter em sua composição apenas dois elementos principais — os painéis solares e inversores.

Com a manutenção adequada, a validade desses aparelhos poderá ser estendida, e a usina manterá a sua produção em alta performance por mais tempo.

Após a instalação dos equipamentos, os cuidados necessários envolvem a limpeza e a observação dos painéis solares. Além disso, as inspeções devem ser feitas por um técnico especializado, a fim de garantir a completa eficiência da usina.

Incentivo fiscal

Graças ao Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica lançado em 2015, as empresas que utilizam energia solar fotovoltaica contam com incentivos fiscais por parte do governo de 23 estados brasileiros.

O principal objetivo desse projeto é diminuir o consumo de energia termelétrica, visto que as usinas hidrelétricas não conseguem suprir a demanda do país, devido aos baixos níveis de água em seus reservatórios.

Ao inserir uma instituição em um novo modelo de geração de energia elétrica, é indispensável a busca de informações qualificadas, principalmente por se tratar de uma decisão de extrema importância para o desempenho e o posicionamento da empresa no mercado.

Em caso de dúvida, entre em contato conosco pelo nosso site.

Se você gostou deste artigo, confira outros títulos em nosso blog de soluções: